ABORDAGEM SOCIAL

A Equipe de Abordagem Social tem por objetivo identificar violações de direitos humanos, tais como como em situação e vivência de rua, exploração sexual, trabalho infantil, uso abusivo de substâncias, por meio de andanças pela cidade e conhecimento dos os espaços públicos com maior concentração de pessoas em situação de risco social e pessoal, para que partir dessa identificação possa se promover referenciamento dessas pessoas nas políticas públicas setoriais necessárias.

Convênio com repasse de recursos Municipal, Estadual e Federal – Valor anual repassado:

  • Municipal: R$ 24.000,00
  • Estadual: R$ 45.600,00
  • Federal: R$ 120.000,00

Valor mensal repassado: R$ 15.800,00

Equipe de abordagem social de Crianças, Adolescentes e Jovens:

  • Barbara Martins – Coordenadora – Remuneração R$ 3.320,00
  • Dayane Rose Cerigatto Tavano – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Gabriella Cristina de Oliveira – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Marcela Piccoli Pavão – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Sérgio Buck Neto – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.920,00

Equipe de abordagem social de Adultos:

  • Claudio Rovilson de Lima Junior – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.600,00
  • Isabel Candido Daniel – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.600,00
  • Michelle Fernanda de Souza de Andrade – Abordadora Social – Remuneração R$ 1.600,00

Documentações comprobatórias vide aba transparência.

ATENDIMENTO AS FAMILIAS

O serviço não tipificado de atendimento às famílias e aos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa em meio fechado e egressos possui por objetivo o atendimento psico-social individual e coletivo do público em referência. Por meio de visitas domiciliares, busca ativa, visitas à custódia, onde se encontram os adolescentes apreendidos, e visitas a unidades da Fundação Casa, a equipe técnica acolhe e referencia os atendidos no serviços abrangidos pelas políticas públicas setoriais. 

Convênio com repasse de recursos Municipais.

Valor anual repassado:

  • Municipal: R$ 158.100,00

Valor mensal repassado: R$ 13.702,00

Equipe de técnica:

  • Mariana Peres – Coordenadora – Remuneração R$ 3.661,88
  • Jeferson Lima Novaes – Psicologo – Remuneração R$ 3.130,58
  • Priscilla Christina Fernandes Lara – Assistente Social – Remuneração R$ 2.926,85

Documentações comprobatórias vide aba transparência.

EDUCAR PARA  A CIDADANIA

O projeto CEDECA em formação: Educar para a Cidadania possui por objetivo promover e fortalecer a consciência e percepção da prioridade absoluta dos Direitos Humanos de Criança e Adolescente, enquanto instrumento de prevenção a violência, de promoção e formação em Direitos Humanos. O trabalho é realizado por meios de oficinas socio culturais, esportivas e de brincadeiras com crianças, adolescentes e jovens de territórios vulneráveis do município de Limeira. Em outra frente é ofertado curso introdutório de direitos humanos para formação dos atores do sistema de garantia de direitos da criança e do adolescente, a fim de instrumentaliza-los para o trabalho com esse público.

Contrato com repasse de recursos por meio de terre des hommes Alemanha.

Valor semestral repassado:

  • € 29.500,00

Equipe de trabalho:

  • Daniele Cristina Cista Cassiano – Coordenadora – Remuneração R$ 3.000,00
  • Ana Paula Gregório de Freitas Lucchesi – Administrativo – Remuneração R$ 2.700,00
  • Barbara Martins – Arte educadora – Remuneração R$ 1.000,00
  • Chauanna Pereira de Lima – Comunicadora Social – Remuneração R$ 2.000,00
  • Emanoela Bonon Cressoni – Educadora Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Luciana Pires Sales Anástacio – Educadora Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Paulo Ricardo Possatti de Souza Nascimento – Educador Social – Remuneração R$ 1.920,00
  • Wesley William Pereira – Arte educador – Remuneração R$ 1.120,00

Documentações comprobatórias vide aba transparência.

DEFENDENDO A CIDADANIA

O projeto defendendo a cidadania possui como objetivo atuar no combate às violações dos direitos humanos de crianças e adolescentes por meio de mecanismos jurídicos sociais e defesa técnica, em casos emblemáticos. Incidimos especialmente na articulação da rede para atendimento dos adolescentes autores de ato inflacional, visando a implantação e implementação de políticas públicas no município, por meio de advocacy. Outrosim objetivamos facilitar o acesso de crianças, adolescentes e suas famílias à informação sobre direitos humanos, direitos constitucionais e infra legais, bem como auxiliar na tutela desses direitos quando violados ou na iminência de o serem.

Convênio com o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) e repasse por meio do fundo municipal dos direitos da criança e do adolescente (FMDCA).

Valor anual repassado:

  • R$ 40.000,00

Valor bimestral repassado: R$ 6.666,66

Advogada:

  • Bruna de Oliveira Coghi –  Remuneração R$ 3.200,00

Documentações comprobatórias vide aba transparência.

VIRA VIRAL

O projeto Vira Viral tem por objetivo trabalhar a educomunição com adolescentes e jovens por meio de oficinas de fotografia, design gráfico, escrita criativa e edição de vídeo, a fim de estimular espaços de reflexão e construção em direitos humanos, cidadania e  protagonismo, além de realizar processos formativos com produção de conteúdo para a  criação ecossistemas comunicativos em diferentes territórios. São atendidos coletivos de adolescentes e jovens em situação de vulnerabilidade social, povos tradicionais e acampados residentes em diversas regiões do municipio. 

Convênio com a fundação Banco do Brasil.

Valor anual repassado:

  • R$ 99.968,25

Equipe de trabalho:

  • Bruno Guilherme da Costa Maciel – Educomunicador – Remuneração R$ 2.650,00
  • Gustavo  Filipe Ribeiro – Educomunicador – Remuneração R$ 2.650,00

Documentações comprobatórias vide aba transparência.